Airbnb: Medidas de compensação Covid 19

De acordo com uma carta do presidente executivo da Airbnb, Brian Chesky enviada aos anfitriões, por cada cancelamento relacionado com a covid-19 com ‘check-in’ previsto para entre 14 de março e 31 de maio, a empresa devolverá 25% da taxa normal de cancelamento. A Plataforma de reservas informou ainda que alocou 250 milhões de dólares para a concretização desta politica.

Com consequência prática desta medida, “os hóspedes com reservas feitas em ou antes de 14 de março poderão ainda cancelar e receber um reembolso normal ou crédito de viagem equivalente a 100% do que pagaram”, de acordo com a informação da plataforma de reservas.

A AIRBNB adicionalmente operacionalizou um fundo para os “super anfitriões” no valor de 10 milhões de dólares, direcionado para quem em situações justificadas necessita de apoio para pagamento de rendas ou hipotecas, e também para os anfitriões de “longa duração” para ajuda no pagamento de alguns custos operacionais.

A AHRESP saúda a introdução destas medidas mas aguarda os efeitos práticos para se pronunciar sobre o impacto de uma medida global desenhada para múltiplos mercados cujo alcance poderá ficar aquém das necessidades urgentes dos proprietários de Alojamento Local.

A AHRESP adicionalmente solicitará ao AIRBNB uma clarificação sobre as politicas de cancelamento de reservas não reembolsáveis findo o período de estado de emergência vigente no nosso país.

Artigos Relacionados

SEJA ASSOCIADO AHRESP