Inquérito de Conjuntura às Empresas e Consumidores

No âmbito da publicação do INE – Inquérito de Conjuntura às Empresas e aos Consumidores, apresentam-se as principais conclusões do mês de outubro 2018, em especial aquelas que mais podem afetar o nosso setor de atividade.

  • A confiança dos consumidores aumentou no mês de outubro em relação ao mês anterior (-1,1), em setembro este valor foi de -1,4.
  • O indicador de clima económico estabilizou para os 2,4%.
  • O indicador de confiança nos serviços diminuiu, situando-se nos 13,3.
  • As perspetivas de procura nos próximos 3 meses para o Canal HORECA na opinião dos empresários voltou a aumentar para o valor de 15,1, atingindo o valor mais alto desde o início do ano.
  • Por último, a evolução da carteira de encomendas nos últimos 3 meses para o Canal HORECA, registou um acréscimo de 5,7, quando no mês anterior esse valor foi de 5,2.

INDICADOR DE CONFIANÇA DOS CONSUMIDORES

O indicador de confiança dos consumidores aumentou no mês de outubro (-1,1) após ter diminuído nos quatro meses anteriores, maio foi o mês em que este indicador atingiu o valor máximo de 3,3.
Segundo o INE, este valor resultou do contributo positivo do saldo das perspetivas relativas à evolução da poupança, da situação financeira do agregado familiar, e em menor grau da situação económica do país.

Fonte INE

Indicador de CLima económico

O indicador de clima económico estabilizou em outubro em 2,4%, após ter diminuído no mês anterior, e de ter atingido o valor máximo entre junho e agosto com 2,5%, respetivamente.
Em outubro, os indicadores de confiança aumentaram na Construção e Obras Públicas e no Comércio, tendo diminuído na Indústria Transformadora e nos Serviços.

Fonte INE

Indicador de Confiança nos serviços

O indicador de confiança dos Serviços diminuiu em setembro (13,3), após ter atingindo no mês de agosto o valor máximo, de 17,2.
Segundo o INE, a evolução do indicador resultou do contributo negativo de todas as componentes, opiniões e perspetivas sobre a evolução da carteira de encomendas e apreciações sobre a atividade da empresa.

Fonte INE

PERSPETIVAS DE PROCURA NOS PRÓXIMOS 3 MESES – CANAL HORECA

As perspetivas de procura nos próximos 3 meses no canal HORECA atingiu, em outubro, o valor de 15,1. A tendência continua crescente, sendo o valor apresentado em outubro o mais elevado do ano corrente.

EVOLUÇÃO DA CARTEIRA DE ENCOMENDAS NOS ÚLTIMOS 3 MESES – CANAL HORECA

No sado das opiniões dos empresários do CANAL HORECA sobre a evolução da carteira de encomendas nos últimos três meses esta continua a registar uma tendência decrescente, registando em outubro o valor de 5,7, no entanto em relação ao mês anterior subiu 0,5 p.p.

Fonte INE

Siglas utilizadas
VCS – Valores Corrigidos de Sazonalidade;
MM3M – Média Móvel de 3 observações Mensais;
VE – Valor Efetivo.

Artigos Relacionados

SEJA ASSOCIADO AHRESP