Serviço de entrega ou take-away: a confirmação do Governo

Depois de ser declarado o Estado de Emergência, foi permitido aos estabelecimentos de restauração e similares funcionar em regime de take-away (consumo fora do estabelecimento) ou em regime de entrega ao domicílio, mas desde logo algumas dúvidas se levantaram.

A AHRESP colocou então as questões à tutela, e recebeu os esclarecimentos, que agora partilhamos com os nossos Associados:

O cliente pode entrar no estabelecimento para levantar a sua encomenda?

Sim. Ao contrário do que aconselhámos anteriormente, para segurança dos nossos Associados, uma vez que as forças policiais tinham entendimento diferente, os estabelecimentos podem abrir as suas portas, desde que a entrega dos bens seja efetuada com observação das regras gerais de segurança e saúde, não havendo a obrigatoriedade da venda ser feita à porta ou através de postigo.

Além nas normais regras de higiene na confeção, as seguintes regras devem ser respeitadas:

  1. Nos estabelecimentos em espaço físico, devem ser adotadas as medidas que assegurem uma distância mínima de dois metros entre pessoas
  2. Os clientes só podem permanecer no espaço pelo tempo estritamente necessário à aquisição dos produtos
  3. É proibido o consumo de produtos no interior do estabelecimento
  4. Deve-se evitar, tanto quanto possível, a concentração de pessoas à entrada dos espaços ou estabelecimentos

 

Que tipo de produtos podem ser vendidos pelos estabelecimentos?

O esclarecimento prestado pela tutela é claro: os estabelecimentos podem manter a venda do tipo de produtos que já vendiam regularmente.

 

Há vantagens para o empresário em optar por take-away  ou entrega ao domicílio?

O empresário deverá sempre começar por fazer as contas e perceber se compensa recorrer a serviços de entrega, colocar os seus recursos a fazê-lo ou apenas disponibilizar recipientes para levantamento, pelo cliente, no estabelecimento. Se recorrer a serviços de entrega, a AHRESP informa que há vários disponíveis, especialmente nos grandes centros urbanos.

Lembramos que a prestação do serviço e o transporte de produtos devem ser efetuados mediante o respeito das necessárias regras de higiene e sanitárias definidas pela Direção-Geral da Saúde.

Ajude-nos a comunicar aos estafetas estas regras:

Como trabalhar em take-away?

Face à situação atual da COVID-19, vários estabelecimentos HORECA já optaram pelo regime de take-away (leve para casa) e/ou delivery (entrega ao domicilio). E agora, depois de decretado o Estado de Emergência, muitos mais se lhes seguirão.

Para quem não tem serviço próprio de estafetas, a AHRESP informa que existem várias empresas a funcionar com este serviço. Deixamos aqui alguns exemplos:

  • Glovo
  • Takeway
  • Nomenu
  • Comer em casa
  • Uber eats
  • Sendeat
  • Sushi at home
  • Táxis Autocoope

Outros conselhos:

Tenha em atenção a faturação (aplicação da taxa do IVA) em regime de take-away, que tem regras diferentes da faturação para o consumo no estabelecimento. >> Consulte aqui como deve fazer

Recomendações para estafetas: ajude-nos a divulgar as regras de higiene
Se decidir manter o seu estabelecimento de restauração em funcionamento com recurso a estafetas, ajude a disseminar e/ou adote as recomendações para estes profissionais publicadas pela Direção Geral de Saúde. >> Consulte aqui o que deve fazer

NOVO DÍSTICO AHRESP – “ESTAMOS ABERTOS”

Para os estabelecimentos de restauração e similares, que decidirem, para efeitos exclusivos de confeção destinada a consumo fora do estabelecimento (take-away) ou entrega no domicílio, diretamente ou através de intermediário desenvolvemos um novo dístico com três versões:

Exemplo de preenchimento do dístico

Download de Dísticos - A5+A4:

Restauração A-17_distico ENTREGA 806.44 KB
Download
Restauração A-17_distico TAKE-AWAY 811.78 KB
Download
Restauração A-17_distico TAKE-AWAY+ENTREGA 817.56 KB
Download

REGRAS DE BOAS PRÁTICAS PARA TAKE-AWAY E ENTREGA AO DOMICÍLIO

Os estabelecimentos de restauração e similares que tenham decidido manter a respetiva atividade, para efeitos exclusivos de confeção destinada a consumo fora do estabelecimento ou entrega no domicílio, diretamente ou através de intermediário, têm que cumprir adicionalmente as seguintes regras e boas práticas

Regras de Boas Práticas

Boas Práticas para Take Away e Delivery 1.14 MB
Download

Anexos

Folheto 2_Procedimentos de higienização das mãos 2.25 MB
Download
Folheto 3_Lavagem das mãos com desinfetante 2.37 MB
Download
Documento 4_ Exemplo de Plano de higienização 139.89 KB
Download
Documento 5_Exemplo de Registo de higienização 130.16 KB
Download
Folheto 1_Recomendações gerais 1.49 MB
Download
Folheto 6_Recomendações para Estafetas 128.61 KB
Download

Regulamento de Gestão de Resíduos, Limpeza e Higiene Urbana de Lisboa adiado

Para facilitar a vida destes estabelecimentos, a AHRESP conseguiu que a Câmara Municipal de Lisboa adiasse a entrada em vigor do seu Regulamento de Gestão de Resíduos, Limpeza e Higiene Urbana.

A entrada em vigor estava prevista para 15 de abril e proibia que os estabelecimentos de restauração de Lisboa pudessem recorrer a embalagens de plástico de uso único ou descartáveis.

SEJA ASSOCIADO AHRESP