Índice de Preços no consumidor

No âmbito da publicação do INE – Índice de Preços no Consumidor (Inflação), apresentam-se os valores registados no mês de maio 2019. Esta publicação apresenta os dados destratados para a Restauração e Alojamento Turístico.

  • Canal HORECA: +0,1 %
  • Restauração e Bebidas: +2,1%
  • Alojamento Turístico: -4,7%

 

Índice de Preços no Consumidor no Canal HORECA

A inflação, a nível nacional, registou em maio o valor de +0,5% ou seja -0,3 p.p. abaixo da taxa registada no mês anterior. O Canal HORECA apresentou um índice de +0,1%. O valor médio percentual acumulado, maio de 2018 a maio de 2019, no Canal HORECA, foi de +1,9%, em contraponto a média nacional situou em +1,0%.

Índice de Preços no Consumidor na Restauração

A variação homóloga do índice de preços no consumidor no setor da Restauração e Bebidas foi de +2,1%, -0,3 p.p. do que o valor registado em abril. O IPC na Restauração registou uma variação média, dos últimos doze meses, de +1,8%.

Índice de Preços no Consumidor no Alojamento Turístico

O índice de preços no consumidor no setor do Alojamento Turístico registou, em maio uma variação homóloga de -4,7%. A média do IPC, nos últimos doze meses foi de +4,8%.

índice de preço no consumidor por objetivo

Ficha técnica dos indicadores
Índice de Preços no Consumidor: O índice de Preços no Consumidor (IPC) mede a evolução temporal dos preços de um conjunto de bens e serviços representativos da estrutura de despesa de consumo da população residente em Portugal. É utilizado para observar tendências de inflação.
Taxa de variação homóloga: A variação homóloga compara o nível do índice entre o mês corrente e o mesmo mês do ano anterior. Permite dar-nos a conhecer a evolução do setor ano após ano.

Artigos Relacionados

SEJA ASSOCIADO AHRESP